Seguidores

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Parlamento Europeu – 27 Países uma eleição

A Europa está em campanha para as próximas eleições que decorrerão entre os dias 4 e 7 de Junho para o Parlamento Europeu.

O que é o Parlamento Europeu?
O Parlamento Europeu é a instituição parlamentar da União Europeia eleita por um período de 5 anos por sufrágio universal directo pelos cidadãos dos estados-membros, é portanto a expressão democrática dos cidadãos europeus. Constitui assim a Assembleia eleita nos termos dos Tratados, do Acto de 20 de Setembro de 1976.

O Parlamento exprime, a vontade democrática dos perto de 500 milhões de cidadãos da União e representa os seus interesses nas discussões com as outras instituições da UE
Os Deputados do Parlamento Europeu não estão organizados em blocos nacionais, mas sim em sete grupos políticos europeus, que representam todas as perspectivas acerca da integração europeia, da mais federalista à mais abertamente eurocéptica.

Quais as suas competências?
O Parlamento desempenha um papel activo na redacção de actos legislativos que se reflectem no quotidiano dos cidadãos: por exemplo, a nível da protecção do ambiente, dos direitos dos consumidores, da igualdade de oportunidades, dos transportes, bem como da livre circulação de trabalhadores, de capitais, de serviços e de mercadorias. O Parlamento dispõe igualmente de competências para, juntamente com o Conselho, aprovar o orçamento anual da União Europeia.

Funcionamento
As sessões plenárias mensais têm lugar em Estrasburgo, as reuniões das comissões realizam-se em Bruxelas e o secretariado-geral tem sede no Luxemburgo.
O actual Presidente do Parlamento Europeu, Hans-Gert Poettering, é de nacionalidade alemã.
Ao votar nas eleições para o PE, decide quem vai influir no seu futuro e no dia-a-dia de dos cidadãos europeus. Se isso não o preocupa, alguém se preocupará por si - decidindo quem o vai representar na única assembleia pan‑europeia eleita por sufrágio directo. Os deputados eleitos vão moldar o futuro da Europa nos próximos 5 anos.
Tenha a Europa que quer! Vote! Se não votar, não se queixe depois!

2 comentários:

Susana disse...

Emília: De facto quem não votar agora não pode queixar-se e muito menos cobrar promessas que os politicos possam fazer nesta matéria.

Bjs Susana

ProfessorNelsonMS disse...

Emilia,

Mesmo distante da Europa, sinto-me fascinado por esse continente. Fascina-me a cultura e a estrutura da União Européia.

Um abraço.

Nelson