Seguidores

terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Afinal quem foi Herodes?


Hoje conhecemos Herodes como o monarca criminoso do Evangelho de São Mateus, que mandou matar as crianças do sexo masculino em Belém, numa tentativa fracassada para matar Jesus que, segundo a profecia seria rei dos Judeus. Herodes foi quase de certeza inocente deste crime, do qual não existe outro relato excepto a história de São Mateus.
Quem foi Herodes?

Herodes nasceu em 73 A.C. e cresceu na Judeia, um reino situado no coração da antiga Palestina, dilacerado pela guerra civil e encurralado entre inimigos poderosos. A monarquia asmoniana que governara a Judeia durante 70 anos dividiu-se numa luta fratricida pelo trono, travada entre os dois príncipes irmãos Hircano II e AristóboloII . O pai de Herodes, principal conselheiro de Hircano e general muito dotado, decidiu-se pelo apoio aos romanos, que viriam a expulsar Aristóbolo e fizeram Hircano rei da Judeia.
Desde a infância que Herodes percebeu as vantagens do entendimento com os suseranos romanos, posição há muito classificada como traição ao povo judaico, e acabaram por ser os romanos a legitimar a sua coroação. Ao longo da sua vida como monarca, esforçou-se por compatibilizar as exigências romanas com as dos súbditos judeus, que ciosamente preservaram a sua independência política e religiosa. Esta tarefa era dificultada pelos antecedentes de Herodes a mãe era árabe e o pai idumeu e embora o educassem como judeu, ele não possuía o estatuto social das antigas e poderosas famílias de Jerúsalem.
Quando em 43 a.C. , o pai de Herodes morre envenenado e Hircano é deposto, Herodes refugia-se em Roma. Aqui o Senado recordando a sua fidelidade inquebrantável nomeia-o rei da Judeia. Herodes possuía agora o seu reino, mas ainda tinha de o conquistar, tarefa que lhe demorou 3 anos de intensos combates.
Durante as décadas de prosperidade económica e paz que se seguiram, Herodes rodeou-se dos mais destacados intelectuais, poetas, escultores, pintores e arquitectos do Oriente e do Ocidente. Fez doações de uma generosidade principesca aos seus súbditos em tempo de fome e de catástrofes naturais e muito além das fronteiras do seu reino, na Grécia e na Ásia Menor. Pôs ainda em prática projectos de notável dimensão, ambição e criatividade
Governante astuto e generoso, general brilhante e um dos construtores mais imaginativos e dinâmicos do mundo antigo, Herodes conduziu o seu reino a uma era de prosperidade e poder renovados

Herodium - Túmulo de Herodes

13 comentários:

kmMad disse...

Olá. Brilhante recolha de dados sobre esta personagem da nossa história. Provavelmente ele até foi mesmo inocente mas, neste aspecto nós só conhecemos aquilo que a igreja católica quer que se saiba. Um grande abraço.

Osc@r Luiz disse...

Muito interessante essa sua abordagem.
Quando li o título da postagem vim correndo.
Sabia que me surpreenderia e, claro, me surpreendi. Aliás, além das expectativas.
Mais uma lição que aprendo aqui.
Afinal, não é à toa que o blog se chama "Aprendemos".
Beijo, minha amiga!

Mathias disse...

Encontrei uma falha imensa no capítulo 2: 1 a 23 de Mateus. Lá diz que quando Jesus nasceu Herodes que era o rei da Judéia, mandou matar todas as crianças com menos de 2 anos de idade para tentar eliminar a ameaça anunciada pelos reis magos. José e Maria foram avisados em sonho por um anjo que mandou que fugissem para o Egito e só voltassem quando Herodes estivesse morto. E assim foi. Li essa história "interessante" mas quando cheguei ao capítulo 14 vi surpreso que o escritor se esquece que Herodes já estava morto há muito tempo e diz que Herodes ouviu falar da fama de Jesus. Ora, se Jesus só começou a fazer milagres aos 30 anos, como Herodes que já estava morto, pode ter ouvido falar de Jesus? Um erro simplório e desqualificante do texto dito sagrado.

Vi também surpreso que embora se diga que o texto foi escrito pelo discípulo de Jesus chamado Mateus, ele fala de si mesmo como se fosse uma outra pessoa. Capítulo 9: 9 a 13. Ele não deveria dizer que ele, Mateus foi escolhido por Jesus? Diz de modo indireto que: “E Jesus, passando adiante dali, viu um homem chamado Mateus assentado na alfândega...” Estranho isso. Mas como sou estudioso dos textos antigos, sei que eles estão cheios de erros, contradições e incoerências, por isso não os considero nem de longe “sagrados”. Não pode ser sagrado algo que contém tantos erros. Devem ser considerados "lendas" religiosas, mitos tal como entendemos a Mitologia Grega. Ninguémprecisa ficar correndo atrás de "deuses" inventados por homens como se eles existissem.
Mathias Gonzalez
http://mathias.gonzalez.sites.uol.com.br

Anónimo disse...

Alguem poderia me falar, por que o seu governo foi considerado positivo para os judeus de Eretz Israel ?

adaoelucia@hotmail.com disse...

maisenteressante ainda e que jesus so voltou pra sua casa quando herodes estava morto sera quem ta errado o escritor ou quem ta estudando? vamos examinar mas a biblia !e pra ser examinada nao e para qualquer um ninguem que fala a verdade da biblia

Hugo disse...

Meu amigo Mathias vou te fala Herodes mandou mata Jesus Cristo por que sabia que Jesus veio para governar o mundo e salvar aquilo que avia se perdido como Herodes sabia disso ficou com medo de perder seu cargo é isso se você ler a Palavra de Deus mais a fundo você vai ver e intender a História

Jorge Castanheira disse...

Houveram dois Herodes o Herodes pai, que mandou matar as crianças com menos de dois anos, se sentindo ameaçado e a sua dinastia. E houve o Herodes filho de Herodes acima. Este, matou João Batista, e reinou, durante a morte de Jesus Cristo. Então houveram dois Herodes, o pai e seu filho. Mateus nisto não errou.

Flávio disse...

só pra esclarecer bem rápido para o Mathias...é uma questão histórica que pode ser resolvida lendo aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Herodes_%C3%82ntipas
dá uma lida lá e estuda um pouco de história que vai ajudar não falar coisas absurdas do Livro Sagrado.

Anónimo disse...

quero falar para o 'Mathias disse...' existiu varios Herodes com varios Faraós e varios Césas.

UM CARA LOUCO POR SEXO disse...

Os cristãos defendem os Evangelhos como a Palavra Absoluta do deus dos Judeus e seu filho Jesus (ninguém sabe como esse ser foi criado no suposto céu) sem ter uma mãe... Mas como sabemos Deus é Deus e Ele deve ter uma explicação. Mas, alguém já se perguntou o que realmente teria acontecido se o tal Herodes tivesse mandado matar todas as crianças judias ou romanas (e estrangeiros) existentes em Belém naquela época? Não teria sido mais simples e fácil mandar um espião seguir os magos e assim encontrar o tal menino e decepá-lo? Claro que isso não poderia ser feito pois afinal o menino precisava virar Cristo e morrer por nós. Bela invenção. Mas improvável!! Curiosamente não há qualquer registro em Roma sobre fato. Nenhum dos escritores (escribas) romanos que viviam em Belém registraram essa atrocidade. Se tivesse realmente acontecido este fato, toda a Judéia iria se levantar contra Herodes. Seria um grande clamor público. Com certeza o Imperador expulsaria Herodes ou até mandaria matá-lo. Tudo como se vê não passa de mais uma lenda bíblica sem qualquer registro oficial fora dela. Os escritores bíblicos parecem ter sido os únicos a testemunharem tal feito. E mais, com certeza estavam presentes quando o tal Herodes falou com os magos. Ou será que sonharam também?

Anónimo disse...

Amigo Mathias, o Herodes a que vc se refere, o que mandou matar as crianças, e que ja estava morto , era Herodes o grande, pai de Herodes Antipas que ouviu falar de Jesus. Herodes Antipas sucedeu seu pai, Herodes, o Grande, no governo da Palestina junto de seus dois outros irmãos, que também eram chamados de Herodes. Portanto, Herodes passou a ser um título. Ao ler a Bíblia Sagrada vc deve buscar contextuaza-la. E jamais falar do que não tem conhecimento. A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus e não comete erros.

Anónimo disse...

Amigo Mathias, o Herodes a que vc se refere, que mandou matar as crianças, e que já estava morto, era Herodes, o Grande, pai de Herodes Antipas que ouviu falar de Jesus. Herodes Antipas sucedeu seu pai no governo da Palestina junto com seus dois outros irmãos, que também receberam o nome Herodes. Portanto, Herodes passou a ser um título. Para ler a Bíblia Sagrada, é preciso contextualiza-la. A Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus e não comete erros.

C M Abdalla disse...

Mathias disse em 05/06/09, inverdades sobre o envagelho de Matheus que por suma excelência prega o reino de Jesus Cristo que há de vir para todos os que nele crerem e ouvirem as suas palavras (Negar a sua alma e seguí-lo). Esses entrarão para viver na glória de Jesus Cristo no mundo que há de vir.
Quanto a Herodes que vê citados nesse evangelho, não é referido a apenas um, mas aos tetrarcas, Herodes O Grande, que mascido em 63 A.C conseguiu mesmo sendo judeu descendente de Esaú com Mãe Árabe, adquirir título romano, ser nomeado pelo congresso romano para governar a Judéia , Samaria e Edom,sua terra natal, no período de 39 AC à 4 DC, quando já havia ocorrido a grande perseguição e morte aos pequeninos de idade semelhante ao do nascimento de Jesus. Depois desse Herodes, ainda veio um seu filho também de nome Herodes que esteve no governo assumido do pai entre 4 DC e 6 DC, mas que por incompetência, foi destituído do cargo pelo senado romano e momeado o seu irmão Herodes Antipas, que assumiu de 6 DC até o período de julgamento de Cristo. Portanto, foi esse Herodes Antipas que ouvia falar das coisa que Jesus fez e não seu pai que antes governou a região e matou as criancinhas, pensando em proteger
o seu título romano adquirido para governar sobre os judeus, eliminando o chamado de Rei dos Judeus nessas regiões, por saber, Jesus Cristo.
Concluíndo, o Evangelho de Matheus é um dos evangelhos mais importantes do Novo Testameno que prega o reino dos céus na terra por intermédio de Jesus Cristo. Esse reino que já existe mediante a vida da Igreja, e que será arrebatada como uma noiva ataviada e adornada que está à espera do seu marido e rei Nosso Senhor Jesus Cristo. A volta de Jesus guardar a igreja, que é a assembléia dos chamados de Deus, dos dias maus que há de vir por sobre a terra, conhecida como a grande tribulação.
Portanto, NEGUE A SUA VIDA DA ALMA, TOME A CRUZ DE JESUS CRISTO,E INVOCANDO O SEU NOME : OH!! SENHOR JESUS!! BUSQUE NELE A SUA SALVAÇÃO PARA VIVER COMO BEZERROS SOLTOS NA INVERNADA A VIDA QUE JESUS CRISTO TEM PREPARADO PARA AQUELES QUE O AMAM E ALMEJAM A SUA VOLTA. AMÉM!!

C.M. ABDALLA