Seguidores

sábado, 14 de março de 2009

Desejo a vocês - poema de Carlos Drummond de Andrade


Desejo a vocês
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com os amigos
Viver sem inimigos
Filme na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Ouvir uma palavra amável
Ver a banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir não
Nem nunca, nem jamais
Nem adeus
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Sarar de resfriado
Escrever um poema de amor
Tomar banho de cachoeira
Aprender uma nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas com alegria
Uma tarde amena
Calçar um chinelo velho
Tocar violão para alguém
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu


Carlos Drummond de Andrade

5 comentários:

En El Palacio De La Risa Y El Dolor disse...

:) muy bonito

Luciana disse...

Drummond é e sempre será um dos maiores poetas beasileiros,não só de sua época, o Modernismo, como de todos os tempos.
A sensibilidade dos versos e a capacidade de nos tocar fundo eram inerentes a ele.
Um gênio das palavras!
Adorei, Emília!
Ótima pedida!
Beijos!

LETÍCIA CASTRO disse...

Emília, minha querida comadre do além-mar,

tava aqui lendo esse poema lindo do Drummond, o que é redundância, né? rs e acaba que fiquei muito feliz, exultante mesmo, porque, conforme lia, ia ticando cada uma das coisas que ele menciona e, no final, me dei conta que, poxa, tô vivendo! Isso não é lindo? Me deixou emocionada constatar que tô na mão da felicidade, porque se ser feliz não é tudo isso, não sei o que é. Muito obrigada por esse momento.
Beijo carinhoso pra vc!

EAD disse...

Os desejos de Drummond são só coisas boas. Obrigada por me fazer relembrar.

Anónimo disse...

um amigo mandou ara mim le e amei esse poema