Seguidores

sábado, 11 de julho de 2009

Dizer Não

Diz NÃO à liberdade que te oferecem, se ela é só a liberdade dos que ta querem oferecer. Porque a liberdade que é tua não passa pelo decreto arbitrário dos outros.

Diz NÃO à ordem das ruas, se ela é só a ordem do terror. Porque ela tem de nascer de ti, da paz da tua consciência, e não há ordem mais perfeita do que a ordem dos cemitérios.

Diz NÃO à cultura com que queiram promover-te, se a cultura for apenas um prolongamento da polícia. Porque a cultura não tem que ver com a ordem policial mas com a inteira liberdade de ti, não é um modo de se descer mas de se subir, não é um luxo de «elitismo», mas um modo de seres humano em toda a tua plenitude.

Diz NÃO até ao pão com que pretendem alimentar-te, se tiveres de pagá-lo com a renúncia de ti mesmo. Porque não há uma só forma de to negarem negando-to, mas infligindo-te como preço a tua humilhação.

Diz NÃO à justiça com que queiram redimir-te, se ela é apenas um modo de se redimir o redentor. Porque ela não passa nunca por um código, antes de passar pela certeza do que tu sabes ser justo.

Diz NÃO à verdade que te pregam, se ela é a mentira com que te ilude o pregador. Porque a verdade tem a face do Sol e não há noite nenhuma que prevaleça enfim contra ela.

Diz NÃO à unidade que te impõem, se ela é apenas essa imposição. Porque a unidade é apenas a necessidade irreprimível de nos reconhecermos irmãos.

Diz NÃO a todo o partido que te queiram pregar, se ele é apenas a promoção de uma ordem de rebanho. Porque sermos todos irmãos não é ordenarmo-nos em gado sob o comando de um pastor.

Diz NÃO ao ódio e à violência com que te queiram legitimar uma luta fratricida. Porque a justiça há-de nascer de uma consciência iluminada para a verdade e o amor, e o que se semeia no ódio é ódio até ao fim e só dá frutos de sangue.

Diz NÃO mesmo à igualdade, se ela é apenas um modo de te nivelarem pelo mais baixo e não pelo mais alto que existe também em ti. Porque ser igual na miséria e em toda a espécie de degradação não é ser promovido a homem mas despromovido a animal.

E é do NÃO ao que te limita e degrada que tu hás-de construir o SIM da tua dignidade.

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 1'

Fonte: Citador

6 comentários:

Berenice disse...

Amiga, e é impressionante como muitas vezes é difícil dizer o Não que faz toda a diferença.
Bjs

kmMad disse...

Olá Emília. Excelente texto que você escolheu. Há de facto que saber dizer Não e em que ocasiões. Parabéns. Um grande abraço deste seu amigo.

LISON disse...

Saudações!
Amiga
EMILIA
Que Post Magistral!
Na essencia a mensagem de Vergílio Ferreira, é um tributo a liberdade!
Sou muito agradecido em compartilhar tão lindo texto!
Parabéns!
LISON.

joyce disse...

Grande texto, Em´lia. Parabéns. bjs

O bEM viVER disse...

Buenos dias, Emília,

Olha, aind ahj estava refletindo sobre um texto que li, falando sobre a popularidade do presidente do Brasil. E agora vejo essa reflexão sobre o dizer não. Muitas vezes falamos de, mas contribuimos tbém para tal. E nem nos damos conta disso.
Mas se cada um fizesse a sua parte, com certeza menos corrupção, por exemplo, existiria.

Abraço,

Lena

Cleiton Benkendorf disse...

OI,meu nome é Cleiton Benkendorf.Estou atrás de novas parcerias para trocas de links,gostei muito do seu blog e acho que podemos nos dar muito bem,trocando links.O que acha?
responda em :

http:escuteseusolhos.blogspot.com

Abraço