Seguidores

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

14 de Fevereiro, dia dos namorados

Poema do Amor Perfeito

Naquela nuvem, naquela,
mando-te meu pensamento:
que Deus se ocupe do vento.

Os sonhos foram sonhados,
e o padecimento aceito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Imensos jardins da insônia,
de um olhar de despedida
deram flor por toda a vida.

Ai de mim que sobrevivo
sem o coração no peito.
E onde estás, Amor-Perfeito?

Longe, longe, atrás do oceano
que nos meus olhos se aleita,
entre pálpebras de areia...

Longe, longe... Deus te guarde
sobre o seu lado direito,
como eu te guardava do outro,
noite e dia, Amor-Perfeito.

Cecília Meireles


O AMOR, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há-de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe,
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

Fernando Pessoa

4 comentários:

Malu disse...

Lindo poema para a data!
Um grande abraço
Eu adorei seu espaço!!!

Malu disse...

Ah! Deixa te dizer, aqui, no Brasil, o Dia Dos Namorados é em 12 de Junho e aguardamos ansiosamente para comemorarmos, sempre... rs rs rs

Marivan disse...

Eis ai uma falha na globalização.

Luisa L. disse...

Lindo, lindo!
É sempre um prazer ler e reler o Fernando Pessoa.
Apesar de eu andar uns dias atrasada nas minhas visitas, não posso deixar de desejar-te um feliz Dia dos Namorados! rs Este dia é como o Natal, é quando um homem quiser!
Abraços