Seguidores

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Profecias e maldições

Desde o neolítico até aos nossos dias, o homem consulta os oráculos na busca de respostas para as suas dúvidas e como auxiliar na tomada de decisões. Grandes vultos da história o fizeram, reis poderosos, actuais presidentes, até o povo em geral usa esses recursos, com base na sua fé e religiões.
Na antiguidade o oráculo de Delfos, foi um dos mais famosos meios de contacto espiritual com os deuses. O deus Apolo falava com quem procurava a sua ajuda através das suas sacerdotisas. Nenhuma decisão era tomada pelo rei, imperador, patrício ou plebeu sem a consulta dos oráculos.
Um famoso exemplo de profetização e maldição foi escrito na história com a perseguição dos templários no sec. XIV. Com a autorização do Papa Clemente V, o rei da França Filipe IV, ordenou a morte dos cavaleiros Templários. Em 1307, Jacques De Molay, (Grande Mestre da Ordem dos Templários, foi assassinado. Outros 50 cavaleiros templários foram aprisionados em masmorras até à morte e confiscados os seus bens pelo estado francês, que dividiu alguma parte desse grande tesouro com o Papado. Nas masmorras, os Monges da Ordem dos Templários desenharam símbolos místicos e rezaram ferozmente contra o papa Clemente V, amaldiçoando-o com violência
Molay antes de ser executado lançou a sua maldição, declarando que o Papa Clemente V e o Rei Filipe IV de França iriam morrer, o primeiro passado um mês e o segundo passado um ano. O que na verdade veio a acontecer. O Papa que gozava de uma saúde de ferro morreu subitamente no maior sofrimento e o Rei, valoroso cavaleiro, morreu em consequência de uma queda do cavalo após grande sofrimento.
Um dos casos mais interessantes de bruxaria foi o da Marquesa de Montspan
Athenais Charente, Marquesa de Montspan encomendou ao Abade Guibourg diversos trabalhos da magia negra com o objectivo de se tornar a única mulher a partilhar a cama do rei Luís XIV. As Missas Negras foram executadas, e a Marquesa acabou conseguindo os seus desejos, tornando-se a mulher mais poderosa do reino, a única a partilhar o leito com o monarca e mesmo dando á luz 7 filhos ao Rei. A fama deste feito espalhou-se por todo o mundo. Assim, a missa negra popularizou-se no sec XVII, com as famosas missas satânicas do abade Guibourg, e com elas o abade concedeu favores pagos a peso de ouro a quem o procurou. Diz-se que em grande parte, os seus trabalhos eram bem sucedidos.
Nos Estados Unidos, um feitiço matou implacavelmente sete presidentes em 140 anos. Em consequência das atrocidades cometidas pelos brancos contra os índios, um feiticeiro índio de nome Tengstunatowa, realizou um poderoso trabalho de feitiçaria prevendo que, de 20 em 20 anos morreriam tragicamente um presidente dos Estados Unidos da América. O feiticeiro índio escreveu ao presidente William H. Harison, informando-o da maldição que havia sido lançada. Não sabemos se o presidente o levou a sério, mas o facto é que ele morreu pouco depois. E o facto é que, de 20 em 20 anos, morreu um presidente norte-americano, sempre em estranhas circunstancias, de acidente, de envenenamento, baleado, etc. A feitiçaria só foi quebrada por Nancy Reagan, esposa do presidente Ronald Reagen que, consultando uma famosa astróloga, médium e mestre de artes esotéricas, conseguiu afastar do presidente o destino que fatalmente o aguardava. Assim, de facto o presidente foi baleado, mas não morreu.
Recentemente Nixon, um dos mais controversos presidentes dos EUA, soube por uma vidente que o seu país seria vítima de ataque terrorista de proporções jamais vistas, mas que isso apenas sucederia depois da morte de Issac Rabin, que seria assassinado.
Nixon fez todos os esforços no sentido de evitar alguma catástrofe. Facto é que, em 4 de Novembro de 1995 Issac Rabin foi assassinado e 6 anos depois em 11 de Setembro os EUA são alvo do maior ataque terrorista da história.
Grandes Profetas como Nostradamus e São Malaquias fizeram as mais fantásticas profecias, muitas delas têm - se cumprido com surpreendente acerto, pode ser acaso, ou não, mas as evidências são perturbantes.

Fonte:www.astrologosastrologia.com.pt

4 comentários:

LISON disse...

SAUDAÇÕES!
AMIGA EMÍLIA,
Um histórico perfeito, particularmente acho intrigante e relembro que alguém escreveu que as maldições são provocadas pelas bruxas. Agora eu não lembro quem escreveu.."Não acredito em bruxas... pero que las hay, las hay"!
Um texto extraordinário!
Abraços!
LISON.

Elizabete Mattos disse...

Caramba, eu adorei. Te confesso que eu nunca tinha lido sobre o assunto e achei muito interessante.

Árabe Doido disse...

Eu não podia deixar de retribuir sua visita. Adorei seu blog. Foi uma excelente idéia a que você teve.

Meu negócio não é só divulgar a ciência, como deu para perceber.

moreijo disse...

o numero sete esta sempre envolvido na magia... as mortes pararam no setimo Presidente porque com certeza era estes que deveriam morrer ...tanto que quebrou a serie...mas isto não indica que não pode acontecer aleatoriamente...mas e bom sempre lembrar que o pensamento positivo e o amor ao proximo a natureza e a Deus e seu filho... desvia qualquer maldição...e para os curiosos de plantão nunca mas nunca mesmo faça uma oração,macumba ou qualquer coisa contra alguem ou seja pensando em malvadesas... o retorno e muito pior para voce...fuiiiii