Seguidores

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Blogagem colectiva - Interlúdio com Florbela

Uma das mais belas homenagens que se prestou a Florbela Espanca, é esta magnífica interpretação dos Trovante "Perdidamente"





Ser Poeta

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!



Eu ...

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho,e desta sorte
Sou a crucificada ... a dolorida ...

Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!

11 comentários:

Jorge C. Reis disse...

eheh Transmissão de pensamentos eheh
É na verdade um dos poemas emblemáticos de Florbela. Gostei muito. Parabéns.

Valter Montani disse...

Minha querida,

Agradeço e retribuo a visita na Blogagem Coletiva "Interlúdio com Florbela Espanca", tudo o que fizermos em homenagem à ela será pouco em vista do que ela nos deixou.

bjs e sucesso!

ju rigoni disse...

Momento sublime de uma de minhas poetas preferidas.

Bjs, amiga, e inté!

Georgia disse...

Muito lindo mesmo.

Parabéns!

Flor ♥ disse...

Bom dia, meus queridos!

Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House... Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada... A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês... Conto com a compreensão de todos... Beijos!

Flor ♥

Janaina Amado disse...

Não conhecia a ótima interpretação dos Trovante, adorei! Somou-se à poesia de Florbela.

Daniela Figueiredo disse...

Emília, não conhecia a poesia de Florbela. Ao saber da blogagem coletiva eu pesquisei e me encantei. Adorei "Eu...".
Beijos.

Du disse...

"Florbela é a flor maior da poesia romântica,
é o sofrimento em versos de um soneto
é o amanhecer mais belo de um encanto
é aquela que se perdeu pra se encontrar."
(Lustato)


Beijos!

Serena Flor disse...

Ainda não tinha vindo aqui ver a sua homenagem a bela Flor...lindos os poemas que escolheu minha querida.
Ouvi esta música cantada pela Joana...lindo também. Parabéns!
Adorei a sua homenagem.
Ontem a blogosfera ficou com um suave aroma de Flor...bela. Ficou lindo!
Um beijão e ótima Terça pra você minha amiga!

EternaApaixonada disse...

*****

Vim conhecer seu espaço e deixar um abraço! Gostei muito!
Linda homenagem à amada poetisa!
Também participei com meus blogs. Ontem devido congestionamento não consegui visitar os blogs participantes da Blogagem Coletiva, que foi um sucesso!
Tenha uma ótima semana!

Sintonias do Coração

ETERNOS SONHARES

Coisas da Helô ©


*****

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Boa tarde! Compartilho contigo (e com alguns outros blogueiros) a preferência por "Ser poeta"!

Sigo visitando os blogs participantes da blogagem coletiva.

Isto é o que eu chamo de uma corrente do bem! Como é que se poderia chamar uma iniciativa que enche de poesia a blogosfera? Aqui está uma excelente oportunidade para que todos conheçam um pouco mais sobre a genial Florbela Espanca.

Parabéns a todos que estão participando!

Sensata Paranóia