Seguidores

domingo, 2 de novembro de 2008

Sexo tântrico



Surgida na Índia, há 5 mil anos, o Tantra é uma filosofia matriarcal, onde a mulher é considerada uma divindade. Em sânscrito, Tantra significa "o que conduz ao conhecimento".
O sexo tântrico é uma forma de adiar ao máximo o orgasmo, para obter prazer prolongado.

Segundo os praticantes, este é um processo que vai elevar o nível do sexo, segurando o orgasmo cada vez mais. Toda a energia retida, quando libertada, será uma explosão nuclear. Adeptos da prática dizem ter conseguido até 24 horas de contacto sexual ininterrupto.

Para praticar o sexo tântrico, o casal a cima de tudo, tem que aprender a comunicar de uma forma mais íntima. O acto sexual é entendido não como um meio para o orgasmo, mas como uma experiência física e espiritual extremamente rica. Este é o conceito fundamental.
O sexo tântrico leva em conta que a nossa pele possui cerca de 600 mil pontos de sensibilidade. A ejaculação é considerada um desperdício de energia vital e por isso deve-se aprender a adiá-la.
Um toque na pele, um beijo nos lábios, a aspiração do hálito do parceiro, o sexo oral e as técnicas de fortalecimento dos músculos pélvicos no homem e na mulher (os famosos exercícios de Kegel e a outras técnicas de auto-contenção) podem desencadear experiências sensoriais incríveis

Finalmente o hiper orgasmo é o estado de maximização do prazer sexual a níveis absolutamente inimagináveis. Esse estado alterado da consciência é obtido mediante técnicas orientais provenientes da tradição tântrica.
A proposta do hiper orgasmo é: 1º atingir um patamar de prazer incrivelmente mais alto do que o do orgasmo ordinário; 2º sustentar esse êxtase por um tempo ilimitado.

Os benefícios do sexo tântrico não são só sexuais. Segundo os praticantes, devido a toda energia retida no organismo, a qualidade de vida melhora, a criatividade é estimulada e o rendimento físico aumenta, aumentando principalmente a expectativa de vida.

2 comentários:

Melhores disse...

Eu já lí a respeito, mas na prática a coisa é diferente. Parabéns a este casal, 24hs segurando o orgasmo... não é para qualquer um. um dia a gente chega lá.

abraços,

Babo

Berenice disse...

Amiga, não seria melhor estarem a buscar uma forma de conseguir vários, ótimos e consecutivos orgasmos ao invés de um que seja uma "explosão nuclear"?
Me parece que seria como deixar de comer por 24 horas para aguçar o nosso paladar e sentir melhor o sabor dos alimentos...Ou seja, nada natural.
Bjs