Seguidores

sábado, 17 de janeiro de 2009

Frida Kahlo

Frida Kahlo pintora mexicana, nasceu a 6 de Julho de 1907 e faleceu em 13 de Julho de 1954
Filha do fotógrafo judeu-alemão Guilhermo Kahlo e de Matilde Calderón e Gonzalez, uma mestiça mexicana. Em 1913, com seis anos, Frida contrai poliomielite, sendo esta a primeira de uma série de problemas de saúde .
Aos 18 anos tem um grave acidente, o autocarro em que seguia choca com um comboio. Em consequência disso teve graves lesões que vieram a condicionar toda a sua vida

É no período em que se encontra acamada em virtude deste acidente que Frida começa a pintar por estímulo do pai que era pintor amador.
Quando ingressa no partido comunista conhece o muralista Diego Rivera, com quem vem a casar.
É uma união conturbada, ambos têm espírito forte e casos extra conjugais.

A pintura de Frida que parece surrealista não é mais do que o relato da sua conturbada vida
O que parece sonho foi a sua sofrida realidade. Muitas operações, longos períodos de internamento, sujeita ao uso de vários tipos de coletes devido aos problemas de coluna que dia a dia se agravavam. Abortos espontâneos, o seu estado de saúde nunca lhe permitiu levar uma gravidez até ao fim e ter o tão almejado filho.
A sua excentricidade a vestir tem como causa a poliomielite contraída em criança. Frida ficou com uma lesão no pé direito, e, em consequência disso opta pelo uso de calças e mais tarde pelas excêntricas saias, que passaram a ser a sua imagem.

7 comentários:

EAD disse...

Assisti o filmee acho o trabalho dela lindíssimo, bem coloridos.

Rubian disse...

Interessante, parabéns por ter contado um pouco da história de vida desta pintora, sinceramente não sabia que tinha sofrido tanto.

Milouska disse...

Parabéns pelo artigo.
A divulgação de artistas e sua obra é sempre de louvar, já que nem só de pão vive o homem.
Um abraço,

Milouska

Gui disse...

Frida é realmente venerada pelos mexicanos. Ano passado estive em Monterrey e visitei um museu sobre a história mexicana e havia várias referências a ela lá. Uma justa homenagem, afinal um país precisava e deve respeitar seus ídolos.

Blog's de Sissym disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blog's de Sissym disse...

A Banda Inglesa COLDPLAY, ano passado, lançou um CD chamado
"Viva La Vida or Death and All his friends", ele foi inspirado num quadro da artista que também se chama Viva La Vida. O vocalista Chris Martin adorou saber que apesar de tantos problemas na vida da artista, ela manteve o otimismo, sobretudo, exaltando a vida nesse quadro. Ela sofreu um acidente aos 18 anos que precisou usar coletes metálicos, inclusive se auto-retratou. Casou aos 21 e mantinha uma "amante", era Bi.
Como muitos artistas, uma vida cheia de histórias para serem lembradas.

aida disse...

Para quê palavras se temos "asas para voar"... Adorei o filme. Uma verdadeira pintora que transmite a sua melhor parte: a sua própria Alma sem pudores.