Seguidores

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Tertúlias Virtuais - Fogo

Velasquez - Oficina de Vulcano

Vulcano ( Hefesto para os Gregos) era o deus romano do fogo. Filho de Júpiter e Juno ou, segundo alguns mitólogos, só de Juno com o auxiíio do vento.

Diz a mitologia que Vulcano era disforme e a sua mãe com vergonha lanço-o ao mar tendo sido recolhido por Tetis e Eurínome filhas de Oceanus. Aí viveu 9 anos escondido numa gruta, o mar protegia-o com as suas ondas e nem os homens nem os deuses conheciam o seu esconderijo.

Há outra versão que diz que em virtude da sua fealdade o próprio Júpiter o lançou ao mar e que, em consequência da queda ficou coxo.
Vulcano era casado com a mais bela e infiel de todas as deusas, Vénus, deusa da beleza e do amor.

Deus do fogo, sobretudo nos aspectos destrutivos como vulcões ou incêndios, Vulcano também era adorado como deus das forjas nos lugares de metalurgia desenvolvida. O seu culto, muito antigo, teve provavelmente origem etrusca, estendendo-se às regiões vulcânicas como a Sicília e parte da Campânia.. Os epítetos de Vulcano, Quietus e Mulciber (mitigante do fogo), sugerem que era invocado para ajudar a debelar incêndios.

O culto do deus tinha lugar em templos afastados das cidades. A sua principal festa, as Vulcanais, realizavam-se a 23 de Agosto e duravam oito dias consecutivos. Por ocasião dessas festas, havia corridas populares em que os concorrentes corriam com uma tocha na mão. Em honra ao deus do fogo, ou antes, considerado o fogo como o próprio deus, o povo atirava vítimas num braseiro, a fim de tornar propícia a divindade.

6 comentários:

Jorge C. Reis disse...

Imagens magnifícas e ... aterradoras.
Realmente somos um átomo na imensidão da natureza. Parabéns

Isabel Magalhães disse...

Gostei de ter passado por cá.


I.


http://immm.blogspot.com

Dalva disse...

Oi... belíssima participação nas Tertúlias!

Abraços!

Serena Flor disse...

Que legal você falar sobre a mitologia. Tema super interessante minha querida..valeu e obrigada pela visita! Beijos.

sonia a. mascaro disse...

Adoro Mitologia Grega! Excelente participação!

Gostei de conhecer o seu blog!
Abraços.

Adelino P. Silva disse...

Excelente postagem. As cenas da luta das águas contra o fogo estão cheias de simbolismos. E relembrar passagens da Mitologia foi uma idéia fantástica.
Grande abraço.