Seguidores

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

As Meninas - De Velasquez a Picasso



Diego Rodríguez de Silva y Velázquez
Nascido em Sevilha, a 6 de Junho de 1599 —faleceu em Madrid , 6 de Agosto de 1660. Foi um pintor espanhol e principal artista da corte do Rei Filipe IV de Espanha.
Filho de um advogado de nobre ascendência portuguesa, Velázquez levou o prenome do avô paterno que, em 1581, deixou Portugal (era originário do Porto) para se instalar com sua esposa em Sevilha. A mãe era de origem sevilhana. Foi um artista tecnicamente fantástico, e na opinião de muitos críticos de arte, insuperável pintor de retratos.
Velázquez não queria ser reconhecido, só como pintor, tinha também objectivos de ascensão social, queria estar envolvido com a corte real. Foi então que o sogro, conseguiu através de um amigo, o então conde-duque de Olivares, com que pudesse executar um retrato do rei Filipe IV.
O seu ingresso na corte foi o primeiro passo para cumprir seus objectivos dentro da pintura e de sua vida social. Tinha um recurso único que era a permissão de poder visitar sempre que quisesse o acervo real de obras-primas.
As meninas, obra-prima de Velasquez está hoje no Museu do Prado. Ao centro pode-se ver a infanta Margarida Teresa de Habsgurgo filha de Filipe IV acompanhada de suas damas de companhia, dos seus criados e de uma anã e uma criança que mexe com um cão. Já no canto esquerdo, vê-se um auto - retrato de Velázquez, em cuja veste percebemos a cruz da Ordem de Santiago, que foi incluída na tela somente após sua morte. Os reflexos do rei e da rainha da Espanha surgem num espelho atrás da infanta. Acima do retrato há dois quadros do acervo do palácio e, mais ao fundo, um homem entra em cena e movimenta a cortina, trazendo mais luminosidade à tela.


A partir da década de 1950, Picasso decidiu reinterpretar de todas as formas imagináveis algumas obras que o obcecaram durante toda a vida. A mais célebre é certamente a série de 44 pinturas baseadas em “As Meninas”, de Velázquez. Várias versões de Picasso, muitas delas expostas extensivamente no Museu Picasso, de Barcelona,

12 comentários:

Rafael Silveira disse...

Bom, na minha opinião, tal quadro so é famoso, por conta do autor.
Talvez devido a minha ignorância artistica, ou olhar crítico demais.
Pinturas mais coloridas e vivas chamam mais minha atenção.
Mais foi uma ótima informação!
Parabéns pelo Blog!

Att. Rafael Silveira

EAD disse...

O quadro de Velasquez é uma crítica à vida na corte espanhola, só não lembro bem as imagens que indicam isso, mas é uma obra de mestre, assim como Picasso que soube fazer críticas diversas à sociedade, usando seu talento, recriando a arte de acordo com sua época.

Lisa disse...

Eu estou aprendendo com você Emilia.

bjus

Ropiva disse...

Que bela obra-de-arte! As luzes, sombras, tonalidades. Divinas!

Abraços

ELI disse...

São maravilhosas as obras.

Anónimo disse...

na opiniãao de meu grupo de trabalho. achamos que o quadro do picasso é melhor :)) pois é mais moderna e pra mim é a mais legal :D hahahahah

Dacio augusto disse...

Muito bom, picasso fez,como sempre,talvez,uma obra prima.Nao e seu melhor trabalho,mas e otimo.

Anónimo disse...

Gostei da tela das meninas do velázquez, se da para entender melhor porque ele foi pintado com mais capricho e precisão.

As meninas de picasso, achei legal tambem só que como é branco/preto, a visualização fica mais prejudicada. As formas geométricas dificultam a formação do desenho, tambem pelas linhas curvas sem coordenação.

Thiago Klein, Giuliano Gesini,Pedro Scoparo.

Anónimo disse...

Nós gostamos da pintura, pois demonstra a criatividade e descontração do artista. Porém, quadro mais coloridos e vivos chamam mais atenção. Mas foi uma ótima pintura, PARABÉNS !(:

Francisco Cavalcante disse...

Visitei o museu do Prado. Meia hora foi pouco em frente a tela de Velázquez. Só em saber que o grande Picasso passou 7 anos estudando tal obra nos deixa admirado, mesmo tendo pouco conhecimento de pintura.

Farol observatório de arte disse...

Pensando sobre a arte feita até então Velasquez se coloca observando quem ele artista observa se pintando a olhar para fora da janela onde os nossos olhos miram o estático retrato do artista que pensa e inclui o rei e a rainha no espelho ao fundo. - Rei e Rainha somos todos nós observadores que podemos entrar por essa janela do tempo e sermos observados pelo artista de uma outra época ? Gênial Velasquez e sua sacação de pensar a obra . o observador e o artista. amém!

Farol observatório de arte disse...

Pensando sobre a arte feita até então, Velasquez amplia o comentário artístico se colocando para ser observado enquanto observador que observa e se pinta pintando. O olhar para fora da janela onde os nossos olhos miram e somos incluidos enquanto "modelos" diante da obra. incluir o rei e a rainha no espelho ao fundo... - Rei e Rainha somos todos nós observadores que podemos entrar por essa janela do tempo e sermos observados pelo artista de uma outra época ? Gênial Velasquez e sua sacação de pensar a obra . o observador e o artista. Amém!

Observação : se for possível publicar a fala favor escolher essa e não a primeira q por impulso e sem releitura enviei. Grato pelo blog e pelo conhecimento divulgado! Zupo